Sobre nós

A Robótica DHEL é liderada por Débora Lana e Sérgio Lana, desde 2010. Já formamos mais de 2000 jovens em várias modalidades. Hoje, somos mais de 10 professores trabalhando em mais de 10 escolas conveniadas!

Victor Sotero, Igor Arantes, Débora Lana, Dérgio Lana, Renata Corrêa, Cristiano Rocha, Lucas Deotti, Riuler Mendes, Mateus Simões, Ana Cláudia Curvelo, Guilherme Lima, Talita Caixeta
Equipe DHEL na Robocopa Intercolegial de 2016
Débora Lana

Débora Lana é pedagoga, mestre em educação, com mais de 15 anos de experiência em gestão escolar, da educação infantil ao ensino superior. Foi coordenadora pedagógica do Ensino Médio do Colégio Santo Agostinho e responsável pelo programa de formação de professores da Universidade Una. Na DHEL, ela é responsável pela direção pedagógica.

 

Sérgio Lana

Sérgio Lana

é arquiteto, mestre em administração de empresas e especialista em marketing. Une à equipe sua experiência como executivo de marcado e professor de pós-graduação na Fundação Dom Cabral e na Skema Business School. Na DHEL, ele é responsável pela gestão da empresa e pelos novos negócios.

 

Manifesto: por uma educação para o Século 21.

Nós somos a Robótica DHEL!

Um time formado por professores, alunos, pais e todos que acreditam que a educação é a nossa principal ferramenta para o futuro.

E o futuro é incerto. Por isso, trabalhamos com problemas abertos, e não com conteúdos prontos. O que a academia chama de “metodologia ativa”, nós chamamos de atitude empreendedora. Nós ensinamos nossos alunos a enquadrar problemas e buscar soluções, porque acreditamos que a vida é assim: sem receitas, nem material didático.

Somos uma escola de criação. Todos os dias, nossos alunos são desafiados a criar ou a melhorar algo. Para isso, aplicamos conhecimentos de design, de programação e de gestão. Buscamos entender o porquê de tudo que fazemos e utilizamos a tecnologia como um meio de realização.

Nós acreditamos no trabalho em grupo. Aqui não há atividades individuais atrás de uma tela. Como trabalhamos com problemas abertos, não há uma solução “certa”. Sempre há espaço para novas opiniões, em todos os níveis. Aprender a colaborar e eventualmente liderar em busca de uma solução é algo que exercitamos em todos os momentos.

Nós acreditamos que a educação é muito maior do que a robótica! Este é nosso compromisso.